sábado, 17 de outubro de 2015

Gideões... e calor insuportável !!

Obtido agora de
http://www.gideons.org/sendtheword/ecard-personalization 


1. Ontem Bilú e eu fomos ao encontro de confraternização dos Gideões da nossa região, na casa do irmão Edson, que nos brindou com um apetitoso churrasco e suas deliciosas guarnições. Marcamos uma reunião de oração e trabalho em minha casa semana que vem. Sim, além de distribuir a Palavra de Deus, Gideões significa também um ministério de Oração.

 2. Tem surgido na mídia diversas notícias envolvendo assuntos bioéticos. A mais impactante foi, recentemente, a polêmica envolvendo uma substância química, a fosfoetanolamina que, segundo consta, é um componente metabólico precursor de fosfolipídio, apresentando a sua molécula a massa molecular de 141,1 g/mol, sendo um fostomonoéster. Se você colocar no Google o termo, verás quanta coisa tem sido ventilada sobre esta substância e a cura do câncer nestes últimos dias. Hoje também saiu reportagens, como a do jornal Estadão (no Caderno Metrópole, página A-14)  Mas o que realmente vai interessar, ao fim e ao cabo, é o que a ANVISA publicou - ver em http://bit.ly/1VXRA6n  A lição que fica, após lermos tudo e acompanhar o caso, é que somos realmente muito atrasados: povo, instituições e, mais lamentavelmente,  algumas de nossas autoridades judiciárias...  Estes últimos parecem mesmo adeptos do "quanto pior, melhor".

3. O calor chegou forte nestes primeiros dias de primavera. Já uso o ar-condicionado à noite como se estivesse no verão. Diz-se que, por causa do El Niño, a coisa vai ser mais 'brava' este ano. Eu já acho que, há tempos, o clima tem sido cada vez mais inclemente neste particular...

4. Na edição 330 da revista Ciência Hoje (http://cienciahoje.uol.com.br/revista-ch ; se você digitar http://cienciahoje.uol.com.br/revista-ch/2015/330 poderás ler uma versão resumida da ótima revista)  leio uma interessante notícia à páginas 18 e 19  - que, ao que parece, não está nesta opção resumida - sobre a possibilidade do Alzheimer ser transmissível. Tal observação foi levantada pesquisando-se cadáveres de doentes cujas pessoas tinham tomado hormônio do crescimento humano contaminado por príons, uma forma anormal de proteína. Este hormônio é normalmente extraído da hipófise (ou glândula pituitária) de cadáveres. Esta notícia de Ciência Hoje baseou-se em trabalho publicado na prestigiada revista Nature (veja em http://www.nature.com/nature/journal/v525/n7568/full/nature15369.html )

5. Leio, instigado pela coluna do biólogo Fernando Reinach no jornal Estadão,  que existem duas felicidades, a de longo e a de curto prazo ( http://bit.ly/1yjT41O ). Para mim, a religião está na essência da questão, pelas vivências que cumpri até aqui. Mas é um assunto por demais polêmico, apesar de atual (mas no fundo é tão antigo tema quanto a própria humanidade). O que se vê é que, mais e mais, as pessoas, de um modo geral, estão insatisfeitas e infelizes.  Mas creio que uma chave para seu entendimento é que ser feliz  vem 'de dentro', não 'de fora' - é algo que se constrói experiencialmente, ou seja, de modo personalístico, idiossincrásico. Sigo sempre aquilo que o sábio Epiteto disse: não são as coisas que são problemas, e sim o quê você pensa sobre estas coisas. E o mundo está cheio de filósofo/sábio/religioso ditando reflexões sobre esta temática; cumpre examinar, complementarmente ao que eu disse antes, nossos quase-devaneios neste particular, para discernir nossas ideias e afastar os grandes equívocos. Não há outro caminho!

sábado, 10 de outubro de 2015

Aniversário e Boulangerie-pâtisserie

Foto obtida agora (via Google Images) de
http://www.boulangerie-mittenaere.com/

Gente... uma coisa que gosto muito é pão!! Tudo que tem massa, pasta, hmm, que coisa boa, adoro mesmo... Às vezes junto bons vinhos (adoro os chilenos!) e pães diversos e fico degustando com meu amor na espaçosa cozinha (que é o lugar mais preferido da nossa casa...). Mas agora a nossa médica cardiologista mandou evitar, bem como o açúcar, pode? Parece que tenho certo pendor ou propensão ou disposição para ter pressão alta, e estou no limite em alguns índices (mas nada  tão preocupante assim). Sim, não inspira maiores cuidados, tanto que ela não me receitou nada de remédio (Ruth já está tomando pilulinhas para pressão,  e nem está acima do peso ou faz uso de tabaco ou bebidas alcoólicas, imagina!) e vamos repetir os exames daqui a seis meses para ver se meu regime e ginástica (faço bicicleta ergométrica e um pouco de musculação dia sim dia não aqui mesmo em casa; comprei há tempos alguns equipamentos de academia que coloquei lá no porão...) conseguiram debelar a ameaça. Coisas da idade! Tenho me divertido muito com Ruth pois uma parte do salário agora vai para as coisas da Farmácia! Até agora eu gastava praticamente nada neste setor...

Fim de semana esticado (segunda feira é feriado, dia das crianças e de nossa senhora de Aparecida, hurra!!), com meu niver neste dia de hoje. Não ligo para aniversários, acho que é um dia igual aos outros. Tem gente que fica esperando telefonema, recados no Face, lembranças etc.,  mas eu não. Acho aborrecente. As pessoas ficam constrangidas por vezes pelo fato de ter esquecido ou não retribuído a gentileza. Desnecessário. Mas eu fui no Face agradecer às almas caridosas que se dispuseram a gastar algumas palavras com este diletante alfarrabista. Mas o legal é que minha família virá amanhã aqui em casa para celebrar tanto o natalício quanto o fato do meu pai ter tido sucesso na sua angioplastia (e colocação de 3 stent), e também a gente ter conseguido consertar os telhados aqui da casa, que estava precisando (telhado principal e cobertura da garagem de cima - pois tem outra garagem no piso inferior, junto ao porão).

Momento cultural. Ganhei um livro de Ruth (3 volumes) muito legal... Ela foi num congresso da Igreja Presbiteriana em Serra Negra e me trouxe "Uma história do pensamento cristão", de Justo L. González (2a. edição, São Paulo: Editora Cultura Cristã, 2015 www.editoraculturacrista.com.br).  Muito bom, obra bem acabada, e que não defende nenhuma confissão em particular, apesar de ser impressa por esta Editora de linha Reformada, pertencente à IPB - Igreja Presbiteriana do Brasil. É uma discussão impressionante pela amplitude (quase mil e duzentas páginas) e bem acadêmica, densa e bem escrita. Adoro este tipo de literatura, informativa, que provoca, que esclarece! O afamado Professor Justo leciona no ITC - International Theological Center, de Atlanta, na Geórgia (USA). Recomendo...

Hoje cedo já fui dar um rolê com o fusca, e aproveitei para comprar jornal na banca preferida. Adoro dirigir o Toyota Corolla, carro fantástico, mas o fusqueta é emoção, e saudade - meu primeiro carro era um fuscão assim, 1500cc, ano 1971. Este atual que tenho foi fabricado em 1974, e está bem 'ajeitado', conservado, gostoso de dirigir, macio, econômico e marca presença porque coloquei escapamento esportivo para possibilitar certo ronco do motor (é a única hora em que gosto de um pouco de barulho...). Já arrumei diversos 'catadinhos' que a gente herda quando compra um carro idoso assim - é o nosso divertimento, e arruma-se conversa e amizade onde se estaciona (ou mesmo nas oficinas onde costumeiramente  levamos) o bólido...  E de quebra, não se paga IPVA de carro com mais de 20 anos... Legal!

Acabo de receber uma ligação via Facetime (Apple) de minha filha Marilia, lá de Salt Lake City (Utah). Que maravilha esta tecnologia - é só ter um wifi perto e a gente fala ao celular vendo perfeitamente a pessoa do outro lado, que bênção!! E amanhã o meu filho José Geraldo (que agora está publicando livros, imagina! ) vai nos ligar na hora do almoço, para poder falar via Facetime com os outros familiares aqui presentes.  Vai ser um aniversário muito legal!