quarta-feira, 19 de junho de 2013

John Stott

John Stott

Recebi há tempos de meu amigo Nathanael um livro deste importante teólogo inglês, falecido há pouco tempo, que recomendo - é uma verdadeira aula sobre espiritualidade cristã. O livro é o famoso “A Biblia toda, o ano todo: Meditações diárias de Gênesis a Apocalipse” editado pela Editora Ultimato em 2007 - www. ultimato.com.br, de Viçosa (MG) - eles tem livros maravilhosos lá, e editam também uma ótima revista.  A oração que transcrevo abaixo se encontra no mesmo, e é muito bonita:  incorporei em minhas preces diárias...

Deus Todo-Poderoso e eterno,
Criador e Sustentador do universo, eu te adoro.
Senhor Jesus Cristo,
Salvador e Senhor do mundo, eu te adoro.
Santo Espírito,
Santificador do povo de Deus, eu te adoro.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.
Tal como era no princípio, é agora e será para sempre, até o final dos tempos.
Amém.

Pai Celestial, peço-te que neste dia
eu possa viver em tua presença e agradar-te mais e mais.
Senhor Jesus Cristo, peço-te que neste dia
eu possa tomar a minha cruz e te seguir.
Espírito Santo, peço-te que neste dia teu fruto possa amadurecer em minha vida  –
amor, alegria, paz, paciência, bondade, mansidão, fidelidade, generosidade e autocontrole.
Santa, bendita e gloriosa Trindade, três pessoas e um único Deus, tem misericórdia de mim.
Amém.

(Do Pentecostes à Parusia: meditação sobre a Trindade, p. 296 – Mateus 28:19).
Saiba mais acessando http://ultimato.com.br/sites/john-stott/


Eu pessoalmente acrescentei, para a minha oração matinal, somente o termo SOBERANO, na primeira estrofe, segunda linha, após o 'Sustentador' - para ser mais fiel ao calvinista que sou...

quarta-feira, 12 de junho de 2013

noite estrelada...

Foto baixada agora (via Google Images) de
http://www.arcfile.com/tosaband/wp-content/uploads/2013/01/stars.jpg

Gosto muito de caminhar, em especial à noite. Quando volto da Universidade onde ministro aulas (por volta das 23 horas) não tem quase viv'alma nas ruas (nossa São João não é grande cidade, e ainda por cima tem uma lei que veda bares ficarem abertos depois de certa hora...) e a gente experimenta uma gostosa 'solidão'. Vejo muitas coisas impossíveis de captar quando passo de carro pelo mesmo caminho. Mas de noite é mágico!! O silêncio é o que mais me cativa. Quanto mais velho fico menos suporto barulho, que coisa...

Este final de semestre está me cansando, não sei se é pelo número maior de aulas que precisei assumir. Mas acho que o que me enfastia é a dificuldade que as pessoas tem em nos aceitar como somos - sempre acabamos por aborrece-las, ao que parece. As relações interpessoais estão muito custosas e antagonizadas...; parece que as agendas são a cada vez mais individualizadas, prescindindo cada qual do outro (o que é utópico). Vejo que me encastelo em meu solipsismo, acompanhado da leitura e da reflexão, que sempre me marcaram após a juventude. 

Sempre gostei de vivenciar minha subjetividade, explorando a maravilha que é a mente. Sempre entendi que se eu fosse ser alguma coisa, precisaria polir, acepilhar meus pensamentos. Ainda persigo tal tarefa, por demais trabalhosa. Às vezes acho que não é mais valor a ser alcançado pela maioria das almas, como antigamente. Ao se fiar na TV e outras mídias, tal meta não é prioritária. Fico cada vez mais me sentindo peixe fora d'água!

Mas é só olhar um céu estrelado para acabar com esta bobajada. Cada um responde por si!


quarta-feira, 5 de junho de 2013

Feriados, frio, preguiça e final de semestre...

Foto obtida agora, via Google Images, de
http://www.webdesigncore.com/2009/12/20/25-astonishing-sun-light-photography/

(visite o site, é muito legal, tem lindas fotos e outras coisas 'bem boladas'...)

Nossa, faz tempo que não escrevo aqui; viagens (por causa de feriado de Corpus Christi), passeios, preguiça (por causa do frio), trabalhos na Universidade, revisão do Trabalho de Conclusão de Curso de Bilú, trabalho voluntário... uff, quanta coisa! Mas fui a Rio Claro (buscar e levar a Lívia), a Campinas e a Poços de Caldas (estado de Minas Gerais), que eu simplesmente adoro.  Tenho raízes mineiras dos dois lados da família, como já é sabido.

Que foto bonita acima; que coisa artística, não é mesmo? Eu aprecio muito, como uma boa música. Ajuda a gente a enfrentar as notícias ruins que aparecem toda hora nos jornais ou na TV. Às vezes dá vontade de virar uma espécie de 'ermitão' e não frequentar as redes sociais e a mídia de um modo geral - parece que o que mais chama a atenção é má notícia... Tempos chatos estes que vivemos atualmente. 'Lá vem ele com o papo de velho de novo', dirão alguns. O que me 'salva', além das boas imagens, música e amigos do coração (a esposa reside em categoria especial...) é a boa leitura. Leio muito; em geral, mais de um livro, a cada vez. Tenho agora uns 8 que estou lendo concomitantemente. Assuntos diversos, mas habitualmente Filosofia, Religião e sobre o problema do Idoso, que é o assunto de minhas investigações recentes. Psicologia, já cansei um pouco do assunto. Neste particular, Hermenêutica ainda chama minha atenção (apesar de ser mais ambientado na Filosofia...).

Logo começam os jogos da Copa das Confederações. A única vantagem que vejo neste Pão e Circo oficial é que teremos mais oportunidade para evitar não fazer muito feio (mas faremos) na Copa do Mundo de Futebol, por causa da Seleção, dos aeroportos e da infraestrutura, entre outros. Mas seremos 'fatalmente' ridicularizados, mais uma vez, perante o resto do mundo. Esperemos para ver a magnitude da coisa. No fundo os brasileiros já estão acostumados, ainda que indignados. Mas com os políticos que temos, não tem solução.

Mais um fim de semestre se aproxima e aquela torrente de avaliações, correções de prova, chororô dos alunos e 'correria' para postar notas e presenças. Começo a ficar cansado. E ainda tenho mais 12 anos de trabalho, até a aposentadoria.. Ainda bem! Mas já estou começando a planejar como vai ser depois dos 70... Planejamento é tudo. Pena que o brasileiro não tenha este costume. Será que isto contribui para sermos tão atrasados??